A Alimentação da Carminho (16 meses)

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019
Se estão a chegar pela primeira vez aqui ao blog ou seguem há poucas semanas, não deixem de ler primeiro os posts anteriores desta série "A Alimentação da Carminho". É um assunto muito pedido por vocês através do instagram, e faço questão de ir atualizando de 4 em 4 meses. Sei como é importante termos referências para nos guiarmos, principalmente quando somos mães de primeira viagem. Isto é o que eu faço, com base no que o meu pediatra me diz, no que vou lendo, no que me vão aconselhando e no meu bom senso, claro.




Quanto a recomendações do pediatra, não tenho nada de novo para vos dizer, porque não voltei lá. A Carminho não dá problemas nenhuns por isso as consultas são espaçadas. As recomendações da consulta dos 12 meses estão neste post, se quiserem ler. Quanto às refeições e horários de agora, mudaram um bocadinho porque a Carminho entrou para o infantário. Segue então a rotina atualizada:

8h30 - Biberão de 240ml de leite (NAN Optipro 4)
11h30 - Almoço na escola
14h30 / 15h - 1º Lanche na escola (pão com leite, papa de fruta, papas de aveia...)
17h30 / 18h - 2º Lanche em casa (leite, iogurte, fruta, papa láctea... consoante o que tiver sido o 1º lanche, para não repetir)
19h30 / 20h - Jantar (ela cai redonda às 20h e pouco, por isso não posso prolongar a hora de jantar).

Uma vez que deixou de beber o leite antes de dormir, o pediatra pediu que o leite passasse para o lanche. Por isso, agora bebe 1 leite de manhã e 1 leite à tarde. Continuo a dar o NAN Optipro 4, que me foi recomendado pelo pediatra, uma vez que oferece uma mistura proteica adaptada à idade e fornece a quantidade de proteínas necessárias ao crescimento do bebé, sem sobrecarregar os órgãos. Contém ainda uma mistura de lípidos maioritariamente insaturados, de acordo com as ultimas recomendações pediátricas. Continuo a achar que o leite é a refeição mais prática porque bebem sozinhos, e eles adoram! Além disso, dá-lhes conforto agora com o tempo tão frio. No caso especifico da Carminho, tem ainda outras vantagens - são 240ml de água (coisa que ela não bebe ao longo do dia porque não gosta) e ajuda-a a fazer cocó (depois do leite, é tiro e queda!).


A entrada no infantário foi ótima no que toca às refeições porque ela acaba por fazer uma alimentação muito mais diversificada. E no infantário dela são muito cuidadosos em oferecer refeições saudáveis, completas e feitas com legumes e frutas biológicos. Quando é dia de beberem leite ao lanche, geralmente acompanhado de um pão com queijo, eu levo um copinho com o leite em pó para prepararem e lhe darem lá (nem tinham remédio, porque ela não adora leite de vaca...).

Em relação ao jantar, continuo a fazer muito os pratos que referi no último post, podem ver lá as receitas - ver post. Ainda sem adição de sal. Mas se formos jantar fora ou a casa de alguém, ela já come qualquer coisa, inclusive comida temperada.

Se tiverem dúvidas, enviem-me mensagem via instagram que respondo sempre.

Comentar
Enviar um comentário