Saúde e Alimentação: Chia

sábado, 7 de março de 2015
A Chia é o nome popular da Salvia Hispanica, planta originária do Guatemala. A sua semente tem vindo a ficar muito popular pelas suas propriedades nutritivas especiais e comprovados benefícios para a saúde, ainda mais agora com a moda das refeições saudáveis (pequenos-almoços, principalmente). Trata-se de uma semente muito pequena, em tons de cinzento, castanho e preto. Curiosas para saber quais os grandes benefícios desta semente tão pequenina? Continuem a ler...


Antes de mais, importa referir que a Chia é rica na sua composição: é composta por fibras, cálcio, magnésio, potássio, fósforo, proteína, omega 3 e antioxidantes. Assim, consegue ser benéfica em inúmeras áreas:

- ajuda a emagrecer (produz um efeito saciante e ajuda a queimar gordura)
- estimula o funcionamento intestinal
- ajuda a prevenir o envelhecimento precoce
- confere energia (devido ao alto teor calórico)
- ajuda a reduzir o colesterol "mau"
- elimina as toxinas do corpo
- ajuda a fortalecer os músculos
- ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e diabetes


Qualquer pessoa pode ingerir sementes de chia, nos mais variados pratos, e estas são mesmo digeríveis, ao contrário de outras sementes. No entanto, não se deve consumir uma grande quantidade diária devido ao alto teor calórico (uma colher de sopa cheia possui aprox. 75 calorias). O ideal, segundo os nutricionistas, é ficarem-se pelas duas colheres de sobremesa.

Eu nem chego a tanto: costumo deitar duas colheres de café de sementes de chia num iogurte grego e juntar muesli. Fica um lanche/pequeno-almoço delicioso! Ou então deito uma colher de chá nas minhas papas de aveia, de manhã, e fico com uma sensação de saciedade prolongada. E se pesquisarem receitas na internet, vão ver que dá para juntar estas sementes a muitos pratos!

Podem encontrar as sementes de Chia no supermercado (eu compro no Modelo), em saquinhos pequenos. Não são baratas (acho que o preço anda à volta de 4€) mas cada saquinho dura imenso tempo, porque a quantidade diária de consumo é reduzida. Por isso é um bom investimento!



Comentar
Enviar um comentário