A Consulta dos 15 Meses

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018
Quem me segue há algum tempo sabe que o meu pediatra é o Dr. Henrique Soares, que dá consultas na Porto Clínica. Um médico extremamente prático e descomplicado, e sempre acessível fora das consultas. Hoje fomos à consulta dos 15 meses e correu muito bem. A Carminho está no percentil 85 (de altura, peso e medida da cabeça) e está bem desenvolvida. Como recebo muitas mensagens a pedir para contar sobre as consultas, venho partilhar convosco algumas recomendações que me foram dadas. Mas não se esqueçam que, apesar de tudo, devem sempre aconselhar-se com o pediatra que acompanha os vossos filhos.



Uma das minhas preocupações nesta consulta era o andar da Carminho, porque noto que ela anda com os pés para dentro. E como o meu irmão teve de usar botas ortopédicas, estava um bocado preocupada. Mas o Dr. Henrique tranquilizou-me. Ao que parece, é normal os bebés andarem "tortos"  e meterem os pés para dentro até aos 3 anos. O esqueleto vai indo ao sítio e eles começam naturalmente a caminhar direito. Disse-me inclusive que, hoje em dia, muitos médicos já não recomendam botas ortopédicas, porque se percebeu que o problema na maioria dos casos se resolve com o tempo. Aconselhou-me ainda a ver uma entrevista ao ortopedista Nuno Alegrete no programa do Porto Canal Filhos & Cadilhos (podem ver aqui).

Quanto à alimentação, devemos começar a promover as refeições em família, nomeadamente o jantar, e eliminar o leite antes de deitar. Eu sei que algumas de vocês começaram a fazer isto mais cedo, mas é uma coisa que depende muito da dinâmica familiar e das horas a que os pais chegam a casa. Além disso, a Carminho está habituada a dormir das 20h às 8h30 e não quero ser eu a mudar isso. O que significa que jantarmos todos às 20h é fisicamente impossível, pelo menos nesta fase. Ou seja, para já vou começar a dar-lhe o jantar mais tarde e tentar deitá-la sem leite... Vai ser bonito! Partilhem comigo a vossa experiência em relação a esta fase, pelo instagram. Quando deixaram de dar o leite? Quando iniciaram os jantares em família?

Também falamos em relação ao que ela percebe e não percebe. Quando faz alguma coisa errada ou está a fazer uma birra, ainda não vale a pena explicar que não deve fazê-lo e porquê, porque apesar de eles já perceberem imensa coisa, não conseguem ainda perceber explicações mais avançadas. E se ficarmos muito focados neles depois de fazerem asneiras/birras, vão perceber que aquela é uma forma de conseguirem a nossa atenção e vão repeti-lo. O ideal será então dar a entender a ordem "não podes fazer isso" e mudar de assunto, desviar a atenção deles para outra coisa. É algo que já tínhamos falado anteriormente, e que já temos posto em prática com um simples "onde está o passarinho?", que é a coisa que a Carminho mais adora no mundo (os passarinhos) e ela esquece-se logo da birra e começa à procura dos passarinhos lá fora. Qual é o vosso truque aí em casa?

Também me disse que as vacinas extra plano que a Carminho tem tomado - e tem a última Bexsero marcada para esta semana - vão começar a fazer parte do plano nacional de saúde. Pelo menos já sei que o próximo filho vai ficar um bocadinho mais barato...

Fotografia by Dreamaker
Comentar
Enviar um comentário