Cuidar do Planeta para a Carminho

segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Hoje venho partilhar convosco algo diferente do habitual, mas que vai totalmente de encontro ao meu estilo de vida ambientalmente responsável, que já partilhei convosco em alguns posts anteriores. Venho falar-vos da GoParity, uma plataforma onde é possível investir em projetos com impacto positivo no planeta, sempre na área da energia renovável. Ou seja, uma pessoa investe uma quantia de dinheiro num determinado projeto para que seja feita a instalação de energia renovável, e depois vai recebendo pagamentos fixos mensais de juros e capital como retorno do seu investimento. Explico melhor em seguida.


Por exemplo, com um investimento de 1000€, o investidor recebe mensalmente 12,42€. Ao fim de 96 meses terá recebido 192,32€ em juros, bem como a totalidade do capital investido. Neste momento está ativo o projeto Pegões Solar, e eu já investi. Tomei esta decisão numa perspectiva de desenvolvimento sustentável, fazendo assim o meu papel para proteger o planeta, e torná-lo um lugar melhor para a Carminho viver. Esta é realmente uma questão que me tira o sono - todos os dias estamos a desgastar o planeta, a casa onde vivemos. A mudança começa em cada um de nós e em pequenos gestos no dia-a-dia. Este é mais um dos que junto à minha lista.

Quanto ao projeto Pegões Solar, consiste na instalação de um sistema fotovoltaico para auto-consumo nas instalações de Cerâmica de Pegões J.G. Silva. Através do financiamento colaborativo, a fábrica vai instalar cerca de 1000 módulos fotovoltaicos que irão gerar anualmente 410 000 kWh de energia renovável. Em causa está a redução de um equivalente a 180 toneladas de emissões de CO2 anuais! Para além disso, a empresa conseguirá baixar os seus custos em energia. O projeto apoia também a economia local, sendo a Cerâmica de Pegões uma das principais empresas da zona.

Na eventualidade de a campanha não angariar a totalidade do montante previsto, cabe ao promotor decidir entre:
- Cofinanciar o restante, seguindo com o projeto e o seu plano normal de pagamentos aos seus investidores.
- Avançar com um projeto de potência inferior, cujo investimento necessário seja coberto pelo dinheiro já angariado até à data. Também neste caso, avançam com o financiamento.
- Não seguir com o projeto, sendo os investidores, neste caso, reembolsados no valor total dos seus investimentos.

Se quiserem saber mais podem visitar o site - aqui. E se quiserem fazer parte deste projeto ou tirar dúvidas, podem enviar um email para a Carolina Ribeiro carolinamr@goparity.com.

Fotografia by Dreamaker Photo.

Comentar
Enviar um comentário