Gengivite na Gravidez

quarta-feira, 25 de julho de 2018
A gravidez foi uma fase muito boa para mim. Não sofri com enjoos, não inchei, consegui manter um peso equilibrado... Mas tive um problema menos falado e que me chateou bastante - gengivite. Para quem nunca teve (ou não sabe que teve), a gengivite é uma doença que afeta as gengivas, tornando-as com um aspecto inchado e vermelho. O principal sintoma é o sangramento ao escovar os dentes ou por exemplo a comer uma maçã. Sempre que escovava os dentes parecia um autêntico filme de terror - sangue por todo o lado!


Na maioria dos casos, a causa da gengivite é a acumulação de placa bacteriana, por falta de uma correcta higiene oral, mas poderá também ter outros factores, como a gravidez - o meu caso. Durante a gravidez (geralmente no 2º trimestre) a gengivite é uma incidência comum, isto devido ao facto de estar aumentada a susceptibilidade (sensibilidade) às próprias bactérias da placa bacteriana. Eu chegava a ter medo de escovar os dentes, e evitava escovar demasiado.

Mas a verdade é que se deve escovar na mesma, 2 a 3 vezes por dia, com uma escova suaveSendo manual ou eléctrica, devemos escovar a zona dos dentes junto à gengiva de forma a remover a placa bacteriana junto ao sulco gengival (espaço entre o dente e a gengiva) com pequenos movimentos vibratórios ou circulares. Após a escovagem, deve ser realizada a higiene interdentária, de preferência com a ajuda de um escovilhão ou de fio dentário. Como prevenção, devemos consultar um dentista regularmente (podemos optar por um especializado na área da Periodontologia), idealmente de 6 em 6 meses. Assim, permitirá ao profissional diagnosticar o problema e realizar o tratamento adequado, que geralmente passa por uma destartarização ou, nos casos mais complicados, um tratamento mais profundo.

Depois de ir à Clínica Dentária da Lapa, onde fiz uma limpeza, comecei a usar escovilhão e fio dentário. E foi-me aconselhado que comprasse uma escova elétrica, que consegue limpar melhor a zona onde tenho tendência a acumular bactérias. Agora vou lá voltar para o check upA importância de prevenir e diagnosticar a gengivite permite controlar e reverter a doença, e impedir que esta evolua para outra doença chamada de Periodontite - sendo esta irreversível pois afecta também o osso e todos os tecidos que suportam os dentes.

Nova escova elétrica Oral-B Genius 9000
Pasta de dentes Sensodyne Repair & Protect
Fio dentário com aplicador
Conjunto de escovilhões Interprox
Escova de dentes suave Elgidyum
Fio dentário Colgate

Comentar
Enviar um comentário